Maria Vitoria Nogueira

Maria Vitoria Nogueira

Maria Vitória Nogueira cresceu feliz em Angola, onde frequentou a escola e iniciou a sua vida de trabalho, sem qualquer problema de saúde. Aos 17 anos, após uma febre de 3 dias foi submetida a uma operação ao apêndice. A sua vida nunca mais seria a mesma. Começou por ter muitas dores num braço, que culminaram com a sua amputação após 3 anos de internamento. Diagnosticaram-lhe uma Polioartrite Nodosa, uma doença que obrigou a amputação do outro braço e de ambas as pernas entre mais de vinte operações. Encorajada por um médico, começa a pintar com a boca em 1984 e é já em Portugal, onde vive em casa de uma irmã, que toma conhecimento da APBP Internacional. Um ano depois de ter iniciado a sua aprendizagem, é-lhe concedida uma bolsa pela Associação. A sua pintura traduz a simplicidade que a caracteriza como pessoa, mas também a alegria de viver, servindo como um exemplo de coragem e de vida.

Fundador Associaçāo

Stegman pintor com la boca e o pe fundador de la associasāo
Stegman pintor com la boca e o pe

Críamos esta página no intuito de ficarmos mais próximos dos nossos clientes e colaboradores em Portugal. Esta página irá trazer informações mais específicas da Associação Internacional dos Artistas Pintores com a Boca e os Pés em Portugal, mas manteremos um Link para a página internacional da Associação, onde estávamos inseridos. Aqui encontrará também informações sobre as exposições já realizadas em Portugal, e assim que forem agendadas novas exposições, daremos grande destaque, para que todos possam ver os trabalhos dos nossos artistas.

Maria de Lurdes Oliveira

Maria de Lurdes Oliveira

 

Maria de Lurdes Oliveira nasce em Lisboa, já sem braços. Incentivada pela mãe desde bebé a fazer com os pés tudo o que costumamos fazer com as mãos, habitua-se a fazer tudo sem depender de terceiros. Na escola descobrem o seu talento artístico não só ao vê-la desenhar, mas também a coser e a bordar com o pé na perfeição. Desde 1965 que é bolseira da APBP Internacional, tinha apenas 16 anos. Os anos passam e a jovem artista vai criando cada vez mais fãs não só da sua arte mas também da forma alegre e optimista como encara a vida. Hoje Maria de Lurdes é uma mulher profissionalmente realizada que vive do seu trabalho, a pintura. O seu valor artístico chama a atenção dos vários órgãos de comunicação social resultando em entrevistas para televisão, jornais e rádio. Participou também em exposições ganhando prémios e distinções. Em 2004 passa de bolseira a Membro Associado da APBP Internacional.